Entrevista: CHAPA 1 – VALORIZAÇÃO E UNIDADE

Entrevista a DAUZLEY MIRANDA, candidato da CHAPA 1 – VALORIZAÇÃO E UNIDADE

 

QUAIS AS PRIORIDADES DA SUA GESTÃO CASO SEJA ELEITO?

DAUZLEY – Colegas Auditoras e Auditores, nosso grupo entendeu que devemos nos colocar na disputa deste ano de 2021, até como forma de avaliação pelos filiados. A prioridade é a luta para a regulamentação do Bônus, pauta de todos que estão se apresentando para o voto dos colegas e que acompanham a luta do nosso grupo desde o início. A valorização do nosso cargo e nos unir de forma efetiva em torno dos pleitos para o cargo e para resgate do real valor da Receita Federal.

 

NA SUA VISÃO, QUAIS OS MAIORES DESAFIOS DOS AUDITORES-FISCAIS DA RECEITA FEDERAL NOS PRÓXIMOS ANOS?

DAUZLEY – Se reinventar. A pandemia que tantas vidas tirou, inclusive, de valorosos colegas e com grande participação na luta sindical onde prestamos as homenagens às famílias e todas as vítimas desse vírus, fez drásticas mudanças em grande parte de nossas vidas e na vida funcional não poderia ser diferente, então, se reinventar é nosso desafio enquanto Auditor-Fiscal e o Sindifisco pode ajudar muito trabalhando com seminários e estudos técnicos. Com a qualidade e nível de todos e todas vamos vencer mais essa batalha e sairemos mais fortes.

 

QUAIS SERÃO OS DESAFIOS DA NOVA DIREÇÃO DA DS RECIFE EM MANTER A CATEGORIA UNIDA E MOBILIZADA, CASO O SENHOR SEJA ELEITO?

DAUZLEY – Avaliamos o espírito dos filiados e filiadas como muito conservador e tradicional. As divisões em nada ajudam nas lutas, nada vem sem participação e buscar incansavelmente o que une e mostrar que só nos mobilizando teremos vitórias traz os colegas conscientes para o sindicato, para a mobilização com participação efetiva.

 

COMO O SENHOR AVALIA A SUA RELAÇÃO COM OS COLEGAS DA RECEITA FEDERAL?

DAUZLEY – Com muito orgulho completei nesse conturbado ano de 2021, trinta e cinco anos de serviço público, todos esses anos como Auditor-Fiscal na Receita Federal. Já temos um bom tempo de convivência de inúmeros filiados e não filiados, a relação com nossos colegas é de muito respeito e entrega na luta sindical, buscando sempre que saibam que podem contar com uma diretoria que está e estará pronta para ajudar cada um, cada uma nos mais diversos momentos com muita determinação e garra na defesa dos princípios da nossa atividade.

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *