Auditores indicam principais problemas enfrentados pela classe

Fonte: site Sindifisco Nacional

A postura não cooperativa da administração da Receita Federal e o excesso de divergências políticas internas na classe são os maiores problemas enfrentados atualmente pelos Auditores-Fiscais, prejudicando diretamente os interesses da classe. Essa é uma das conclusões da pesquisa de satisfação e avaliação interna realizada pela Direção Nacional junto aos filiados.

A questão acerca das dificuldades enfrentadas pela classe apresentou nove itens, sendo que cada participante poderia escolher até quatro, além de sugerir opções não especificadas. A postura não cooperativa da administração da Receita ficou em primeiro lugar, com 57% dos votos dos participantes. Em segundo lugar foi apontado o excesso de divergências políticas internas na classe, com 52,6%.

De acordo com o levantamento, os demais obstáculos enfrentados pelos Auditores-Fiscais e pela classe com um todo são: conjuntura política nacional adversa (40,9%), falta de engajamento nas ações do Sindifisco (38,4%) e ausência de espírito corporativo (37,4%).

Com porcentagens muito próximas, foram indicados problemas como atuação sindical divergente dos interesses dos filiados (32,9%), falta de apoio político de parlamentares (31,9%) e inexistência de visão de futuro para o cargo (30,2%). A estrutura sindical burocrática e ineficiente foi apontada como entrave por 26% dos filiados que participaram da pesquisa.

Entre outras coisas, o levantamento apurou que 60% dos filiados aprovam a atuação da Direção Nacional até aqui e que a classe considera a regulamentação do bônus como a prioridade número 1. Outro ponto avaliado foi o nível de satisfação dos Auditores com os serviços prestados pelo Sindifisco. A pesquisa, realizada entre os meses de dezembro do ano passado e fevereiro deste ano, ouviu 914 Auditores-Fiscais de todos os estados do Brasil.

0 respostas

Deixe uma resposta


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *